Categorias
Gravidez pós-perda

Gravidez após a perda: 1º trimestre

Semanas 0-4

Apoio para uma gravidez após a perda

Descobrir que estamos grávidas(os) após uma perda é uma viagem muito específica. Neste artigo, pretendemos dar apoio para uma gravidez após a perda, com enfoque no momento em que há um “positivo” e até ao final do 1º trimestre.

A verdade é que é um sentimento ambíguo. De repente não estamos nos grupos de grávidas que partilham todos os conselhos de parentalidade consciente. Por outro lado, também não sentimos que pertencemos a um grupo de luto, porque, dentro de nós, estamos a gerar uma nova vida. Aliás, não queremos magoar quem está a trabalhar o seu luto e a quem pode ser doloroso ver grávidas.

Mas, aqui está, deu um salto de coragem para esta nova aventura e está a preparar-se para a montanha russa que aí vem.

Assim, primeiro de tudo: Parabéns! Está grávida!

gravidez após a perda gestacional

Mães que tentam depois de uma perda, estão por norma atentas a tudo o que se passa no seu corpo e, por isso, tendem a descobrir mais cedo os resultados.

Facto: Sabia que mais de 50% dos casais voltam a tentar algures entre os 12 aos 18 meses depois da sua perda?

Um comentário a “Gravidez após a perda: 1º trimestre”

Obrigado pelo artigo é mesmo isso. Por aqui agastei me um pouco deste cantinho que me fez tão bem. Actualmente já entrei no 3 trimestre e estou à espera do meu segundo arco iris tive 3 perdas 1 antes do primeiro bebe arco iris e só etou no terceiro trimestre deste bebe porque arquei com as custas e insisti para me fazerem os estudos para descobrir o que se passava conclusao tenho uma trobofilia logo tenho de fazer injecoes diárias por isso considero a minha filha viva 1 filha milagre porque apesar de ter perdido sangue com as semanas que perdia sempre os bebes consegui levar a gravidez a termo sem ter tomado as injecoes logo ela ter vingado sabendo hoje da trombofilia considero 1 milagre

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.