Categorias
Gravidez pós-perda

Gravidez após a perda: 1º trimestre

Semana 8

Apoio para uma gravidez após a perda

Sabia que na oitava semana o embrião é promovido a feto? E que, se num exame intravaginal se vir um coraçãozinho a bater e um bebé de tamanho adequado, é a melhor indicação para que esse pequenino vai passar do primeiro trimestre com toda a pompa e circunstância?

Assim, se for a uma consulta nesta semana e se confirmar que está tudo bem, respire de alívio – está tudo no bom caminho e as probabilidades de perdas precoces começam a diminuir. Yay!

Nesta semana, o seu útero deve estar do tamanho de um pequeno limão e os sintomas típicos de gravidez podem estar a levar a melhor de si, especialmente o cansaço e náusea. Abrande um bocadinho se puder e tire momentos do dia para cuidar de si.

Inspire, aguarde 4 segundos. Expire. Ahhh. Hoje está grávida. O seu pequenino cresce dentro de si. Concentre-se nisso.

Um comentário a “Gravidez após a perda: 1º trimestre”

Obrigado pelo artigo é mesmo isso. Por aqui agastei me um pouco deste cantinho que me fez tão bem. Actualmente já entrei no 3 trimestre e estou à espera do meu segundo arco iris tive 3 perdas 1 antes do primeiro bebe arco iris e só etou no terceiro trimestre deste bebe porque arquei com as custas e insisti para me fazerem os estudos para descobrir o que se passava conclusao tenho uma trobofilia logo tenho de fazer injecoes diárias por isso considero a minha filha viva 1 filha milagre porque apesar de ter perdido sangue com as semanas que perdia sempre os bebes consegui levar a gravidez a termo sem ter tomado as injecoes logo ela ter vingado sabendo hoje da trombofilia considero 1 milagre

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.