Categorias
Perda tardia - Depois Pós-Perda

Causas da perda gestacional

Alguns pais vão querer saber a razão pela qual o seu bebé morreu. Outros podem estar inseguros acerca disso. Nem todas as mortes são compreendidas e pode ser necessária investigação para apurar os porquês.

sonhos

É importante apurar as causas da perda gestacional. Imediatamente, uma das primeiras perguntas que nos surge quando isso acontece é: “Porque é que isto aconteceu? Porque é que o meu bebé morreu?”

Embora seja incrivelmente difícil pensar numa autópsia ao seu bebé saiba que é muito importante e pode ajudar a descobrir o que se passou.

Apesar de soar bastante intrusivo, mas não é o caso. Aliás, esta é feita com imenso cuidado por parte dos profissionais responsáveis.

Sobretudo se pretender voltar a engravidar, os médicos poderão fazer investigação clínica. Assim, esta investigação pode ajudar a entender o que poderá ter contribuído para o falecimento do bebé.

Por norma, o seu médico falará consigo em relação a esta análise. Após o seu consentimento, o seu bebé será examinado por um especialista que tentará determinar a causa ou se há algum fator que possa afetar gravidezes futuras.

O que pode revelar esta análise?

Examinar o seu bebé e a sua placenta pode ajudar a perceber as causas da perda gestacional. Nem sempre esta análise oferece as respostas e, muitas vezes, os resultados são inconclusivos. Mediante o caso, este processo, pode demorar algum tempo.

No entanto, esta análise pode:

  • confirmar ou mudar um diagnóstico prévio;
  • identificar condições que não foram diagnosticadas anteriormente;
  • excluir causas comuns de morte, como problemas com o desenvolvimento, crescimento e infeções;
  • ajudar a prever a possibilidade de voltar a acontecer numa futura gravidez;
  • fornecer informação sobre condições genéticas;
  • caso não saiba, pode revelar o sexo do bebé.

Quando a gravidez termina por razões médicas

Causas da perda gestacional, trsiteza

Se terminou a gravidez por razões médicas, este tipo de análises pode ser ainda mais relevante. Esta é uma análise importante, pois vai além do que se encontra em ecografias detalhadas e diagnósticos. Contudo, a possibilidade de uma análise mais detalhada nestas situações dependerá da longevidade da gestação. É sempre aconselhável discutir as possibilidades com a equipa que a acompanha.

Para além dos exames ao bebé, os exames à sua placenta poderão também resultar em informação muito valiosa. Durante estes exames, a equipa médica recolhe amostras para depois as estudar em laboratório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.