Perda Tardia e as suas várias fases

É considerada uma perda tardia quando uma perda gestacional ocorre depois das 22 semanas ou quando há complicações e o bebé não sobrevive durante o parto.

Apesar de em alguns casos estas perdas serem consideradas interrupções de gravidez voluntárias ou espontâneas, estes bebés são chamados de nados mortos – nasceram sem vida. É uma das experiências mais devastadoras que alguma família pode sofrer.

Quando um bebé morre nesta fase mais avançada, os pais terão de se preparar para o parto, passar ou não tempo com o seu bebé, organizar ou não o seu funeral ou celebração de vida, entre muitas outras decisões que poderão deixá-la(o) confuso(a) e frustrado(a). Note que não há uma decisão certa ou errada.

Tentamos, assim, informar e oferecer ajuda para os dias que se seguem, apoiando também amigos e familiares e como contar a outras crianças:

confusao da perda tardia

Fases da perda tardia

A perda gestacional tardia tem várias fases e por isso dividimos a informação desta forma:

Antes

Durante

Depois

Apesar de tentarmos cobrir o máximo possível, alguns procedimentos variam de hospital para hospital