Testemunhos

Aqui partilhamos as nossas histórias. Porque nenhum parto, bebé e vida é igual. Mas a perda e o amor que sentimos é algo que nos une.

Renata

Foi no dia 31 de Janeiro de 2020 que me puxaram o tapete e a minha vida levou uma reviravolta. Senti que levei uma valente chapada na cara.

Claudia

Com medo, mas esperançosa, fui receber as notícias que ninguém quer ouvir “Lamento, mas não há batimento, o médico vai vê-la daqui a nada”. Não chorei; não era possível.


Gostaria de partilhar a sua história?