Categorias
Testemunhos Testemunhos Interrupção Médica da Gravidez Testemunhos Perda Tardia

Marlene

Hoje foi o dia em que decidi escrever para ti, sobre ti, sobre este amor imenso que deixaste na minha vida e no meu coração.

Fizeste-me feliz, fizeste-me sentir linda, como já não me sentia há muito tempo. Obrigado, meu Amor. Obrigado por estes meses tão intensos, carregados de esperança, de magia e de união!

Faz hoje 5 dias que nos separaram. Pensam eles que foi para sempre mas, para sempre, vai ser a tua presença na minha vida e no meu coração.

A dor de te deixar ir, de ter que escolher deixar-te ir, está a ser o golpe mais duro e a batalha mais cruel que alguma vez enfrentei…

No dia em que soubemos que os resultados eram os que mais temíamos, ficámos sem chão…Contínuo sem chão e com um colo à tua espera, meu Amor!!!

Nunca pensei que a minha alma doesse tanto como no dia em que tive que assinar aquele maldito papel, em que abria mão de ti, de te sentir a crescer dentro do meu ventre cada vez mais…

Sair de uma sala de partos sem alguém nos braços e de coração ainda mais vazio, é a maior dor que alguma vez senti. 

Perdoa-me, se te amo demais e por isso escolhi deixar-te partir, perdoa-me por agora sentir a dor de apenas ouvir e saber que só bate um coração em mim: o meu e não o NOSSO!

Que vazio, que revolta, que raiva, que injustiça, que crueldade imensa, que dor, Meu Filho!

Perdoa-me, porque ainda não consigo fazer as pazes com a vida.

Neste momento, só peço ao universo que me dê forças para seguir em frente e que me ajude a abrir novos caminhos, para que possa seguir um rumo e uma razão de ser.

Agradeço, a cada minuto, a oportunidade que me deram de te poder conhecer, sentir, tocar, pegar na tua mão e ver com os olhos, aquilo que vi com o coração desde o dia em que soube que te carregava dentro do meu ser.

Agradeço-te a Ti, por me teres escolhido como casa, por me teres feito sentir tão feliz e por me teres escolhido, Tua Mãe!

Obrigado meu anjo, obrigado por seres o primeiro a perceber, mesmo antes de mim, que a nossa escolha foi por um amor imenso a Ti.

As poucas pessoas que souberam da tua existência (não porque não queria que soubessem, mas apenas para te proteger) e que agora sabem o que aconteceu, dizem que agora tenho um anjinho no céu… acho que esta afirmação nunca fez tanto sentido. Tenho um anjinho sim, mas não no céu e sim no meu coração, para sempre!

Obrigado meu amor. Obrigado por estes meses tão intensos, carregados de esperança, de magia e de união!

Só eu sei o quanto ansiei por poder gritar e mostrar ao mundo que existias dentro de mim, que na minha barriga crescia mais um amor da minha vida… só eu sei o que senti por não o conseguir fazer, porque a vida, mais uma vez, nos trocou as voltas e pediu que fizéssemos a escolha mais cruel de todas.

Vivi e partilhei neste tempo, cada momento contigo…

Tomara que sintas o orgulho que tenho em ser tua mãe para sempre. O orgulho por ser tua casa e o teu aconchego, tomara que sintas a mesma vaidade que senti cada vez que alguém reparava que a minha barriga estava maior e a importância que sentia por me darem um simples lugar no autocarro. Sabia que nesse momento, todos sabiam que estavas ali, dentro de mim e isso enchia-me o coração de orgulho.

Que feliz que fui em ter sido a tua casa, meu amor, obrigada!

Agora que posso, que nada me impede, agora que te posso proteger para sempre, apetece-me partilhar este nosso momento; breve mas interminável. Este amor só nosso ao mundo para que todos saibam que fui e serei para sempre a tua mãe!

A ti, nosso amor, brilha e não me esqueças nunca!!!

O que resta, fica só para nós…

Amo-te,

Mãe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.