Categorias
Perda tardia Perda tardia - Antes

Perda gestacional: Preparação para o parto

Importante:

Esta é uma situação aterradora e há imensa informação a ser dirigida a si durante um curto espaço de tempo. Por vezes, vai sentir que é tudo um pesadelo e não é real. No entanto, mesmo que sinta que é inconveniente, por favor, pergunte se precisar.

Durante o parto, a equipa de enfermagem deverá acompanhá-la e assegurar o seu bem-estar e apoio até ao momento do nascimento. Aí, terá também a oportunidade de fazer perguntas ou explicar os seus desejos antes do bebé nascer.

Normalmente, com tempo e apoio, a maior parte das mães aceita a ideia de dar à luz. Talvez pareça estranho, mas muitas mães que passaram por isto, dizem que sentem que é a decisão certa e uma é uma forma de honrarem o seu filho(a) e a sua capacidade como mãe. Muitas mães sentem que o parto é um processo necessário para começarem a lidar com o luto e a angústia que sentem.

medo, perda, ajuda, perda, solidão, preparação para o parto, perda gestacional

Contudo, se esta ideia continuar a ser impossível de conceber, ou houver outras razões médicas, por favor converse com o seu médico para organizar uma cesariana.

Preparação para o parto na perda gestacional:

Quando irá nascer o bebé?

Por outro lado, se a sua saúde estiver em risco, terá um parto induzido imediatamente. Em casos não urgentes, poderão ser-lhe oferecidas duas hipóteses: esperar que o corpo inicie o parto naturalmente ou decidir iniciar o processo rapidamente.

Porém, não precisa de decidir logo. Por isso, pode tirar tempo com o parceiro(a) para discutir melhor as opções e desejos e pedir mais informação.

Como é que as pessoas se referem ao seu bebé?

Durante este período, profissionais de saúde, familiares e/ou amigos poderão usar expressões técnicas em relação ao bebé, sem consciência de como isso a pode afetar.

Por isso, é importante que seja clara(o) sobre a linguagem que prefere que seja utilizada.

medo, perda, ajuda, hospital, perda, solidão, preparação para o parto, perda gestacional

Convém reforçar que estes dias são incrivelmente difíceis de conceber e as nossas emoções estão em todo o lado. Assim, é completamente normal que se sinta incapaz de tomar estas decisões que ninguém deveria ter de tomar. Por isso, seja paciente consigo. Quando olhar para trás, não se culpe de nada: fez o melhor que pôde e sabia numa situação impossível.

4 comentários a “Perda gestacional: Preparação para o parto”

Horas de tremenda agonia, tristeza, revolta, dor, solidão, injustiça…….e sempre com a pergunta do porquê eu? Porque é que ninguém ouviu o meu desejo, quando tanta vez pedi para que tudo corresse bem? Como é que eu não o consegui proteger, e perceber que ele não estava bem? Questões que me vão acompanhar para o resto da vida…. O meu bebé foi o 1° filho e era perfeito, partiu a 13/02/2021 às 33 semanas + 1, com 3,200 kg. Recebi a notícia que ele vinha a caminho no dia dos meus anos, foi a melhor prenda que algum dia podia receber Saudades ❤️

É sem dúvida o momento mais triste e agonizante da nossa vida ninguém deveria passar por isto. Passei por isso á dois anos estava com 34 semanas quando tive de interromper a minha gravidez, a pior e a mais difícil decisão da minha vida. Nunca na vida irei esquecer o meu filho Afonso…. está e estará sempre no meu coração, e sim naquele dia uma parte de mim também morreu com o meu filho . Por isso a quem está a passar pelo mesmo temos de ter muita coragem um grande beijinho e muita força.

Vai fazer 1 ano que tive que tomar a decisão mais dificil na minha vida.
Estava de 25 semanas quando tive que interronper.. era um menino o meu anjo
É sem dúvida alguma uma dor enexplicavel que predura e irá sempre predurar para o resto da minha vida.
Para todas as mães que passaram ou estejam a passar por esta ou outra perda gestacional um grande beijinho um abraço e muita coragem

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.