Categorias
Gravidez pós-perda

Gravidez após a perda: 1º trimestre

Semana 10

Apoio para uma gravidez após a perda

Já estamos no terceiro mês de gravidez. Ainda no outro dia estávamos a testar todos os dias só para termos a certeza que era mesmo um positivo!

No entanto, percebemos que entre consultas e até à ecografia do primeiro trimestre há muito medo. Principalmente se foi nesta consulta que recebeu más notícias.

Apesar de, muitas vezes, não haver sinais, há certas coisas a prestar atenção. Se notarem algum destes sintomas, contactem o profissional de saúde que vos acompanha.

Enquanto isso, dentro dessa barriguinha (que pode já começar a fazer uma aparição), um coraçãozinho está, agora, finalmente formado e bate 180 vezes por minuto – isso é quase 3 vezes mais rápido que o seu!). Esse pequeno tem cerca de 30mm e já se veem movimentos se for fazer uma ecografia mais cedo.

Tente evitar gatilhos. Cuide de si, mesmo que isso signifique não ir a um chá de bebé que outrora seria imperdível. Você e o seu bebé estão primeiro. Se isso significa proteger-se um bocadinho mais… seja. Prometemos que não vai sempre assim.

Um comentário a “Gravidez após a perda: 1º trimestre”

Obrigado pelo artigo é mesmo isso. Por aqui agastei me um pouco deste cantinho que me fez tão bem. Actualmente já entrei no 3 trimestre e estou à espera do meu segundo arco iris tive 3 perdas 1 antes do primeiro bebe arco iris e só etou no terceiro trimestre deste bebe porque arquei com as custas e insisti para me fazerem os estudos para descobrir o que se passava conclusao tenho uma trobofilia logo tenho de fazer injecoes diárias por isso considero a minha filha viva 1 filha milagre porque apesar de ter perdido sangue com as semanas que perdia sempre os bebes consegui levar a gravidez a termo sem ter tomado as injecoes logo ela ter vingado sabendo hoje da trombofilia considero 1 milagre

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.