Categorias
Gravidez pós-perda

Gravidez após a perda: 2º trimestre

Semana 22

Apoio na gravidez após uma perda

Se pegar em 5 tangerinas, está, fisicamente, a sentir o peso do seu bebé.

As papilas gustativas do seu pequeno estão a desenvolver-se e eles percebem o sabor do que você come – vamos começar a habitua-lo a perceber a diferença entre brócolos a croissants?

Estamos a brincar, mas uma alimentação saudável e variada é muito importante nestes meses em que a placenta transfere os nutrientes que eles precisam.

Mais acima, os olhinhos desse pimpolho(a) já percebem a luz e a escuridão, mesmo de pálpebras fechadas!

Para muitos pais, para além de gratos de estarem grávidos, há também o sentimento de que a vida é um bocadinho injusta. Enquanto outros seguem a gravidez, exibindo a barriga a crescer, ainda pode estar a fazer o luto do bebé que perdeu, a aprender a conectar-se com este e, acima de tudo, ainda com medo de uma nova perda. Desejar a inocência de uma gravidez antes da perda é muito comum e não se sinta culpada por ter um bocadinho de inveja ou zangada por não conseguir aproveitar a magia da gravidez. Prometemos que é normal. Pode ajudar juntar-se a grupos de gravidez após a perda ou falar com alguém que compreenda a sua situação.

Neste momento, está tudo bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.