Categorias
Gravidez pós-perda

Gravidez após a perda: 2º trimestre

Semana 16

Apoio na gravidez após a perda

Às 16 semanas, o seu útero cresce ao mesmo passo que o seu bebé. Tanto que muitas mães não conseguem esconder muito mais a sua gravidez. Se a sua perda foi mais tarde ou a termo, é provável que note que esta barriguinha é bem maior do que às 16 semanas da sua primeira gravidez.

É bom lembrar que todas as barrigas são diferentes, tal como todos os corpos são diferentes. Nesta fase, há mães que se preocupam que seja demasiado grande ou pequena. A sua barriga está do tamanho certo para si e para esta gravidez.

Entretanto, o seu pequenino tem agora 11.6 centímetros e já pesa 100 gramas! Também já começa a praticar expressões faciais e a experimentar chuchar no dedo.

Se estiver a ter dificuldade em conectar-se com o seu bebé, não está sozinha. É uma parede que construímos para nos protegermos de uma possível próxima perda: uma almofada emocional. Esta é uma batalha para muitos pais: a ligação entre o bebé que perdeu, o que aí vem e você. Seja gentil e paciente. Esta conexão vai fortificar-se conforme o seu bebé crescer e, especialmente, quando começar a sentir esse pequeno a mexer-se. Ou então, só quando nascer. É normal. Mas note: o seu coração é grande o suficiente.

O arco-íris lembra-nos que, mesmo depois das nuvens mais escuras e os ventos mais fortes, há ainda beleza no mundo.

Katarina Mayer

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.